A meditação terá sido útil para a sobrevivência dos jovens na gruta da Tailândia?

Publicado em Atualizado em

No dia 23 de Junho, 12 jovens integrantes de uma equipa de futebol local e com idades entre os 11 e 16 anos, junto com o seu treinador de 25 anos, foram declarados desaparecidos. As autoridades encontraram as suas as bicicletas junto à entrada da gruta Tham Luang da província de Chiang Rai, Tailândia.

Prontamente são iniciadas as primeiras explorações para os encontrar e resgatar. Devido à complicação do terreno e às inundações dentro da gruta, a tarefa é de grande complexidade e dificuldade.

Passados 10 dias, as crianças são encontradas a mais de 4 km dentro da gruta. Conseguiram sobreviver praticamente sem alimentos, quase em total escuridão, com pouco oxigênio e com um desafio psicológico muito difícil de gerir.

Mas o pesadelo não terminou, o resgate é de grande dificuldade. Alguns jornalistas afirmam que provavelmente é o resgate mais difícil da história.

Quem é o treinador e qual foi o papel da meditação e do budismo?

Ekkapol Chantawong, o treinador dos rapazes, ficou órfão aos 10 anos. Durante uma década foi monge budista e só deixou de o ser para tomar conta da avó doente. Vários especialistas dizem que a sua capacidade de meditar e manter-se calmo foi fulcral para manter os rapazes vivos dentro da gruta. Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Sabia que: Existe uma forte tradição budista em 3 Repúblicas da Rússia?

Publicado em Atualizado em

Ainda que pouco conhecida, existe uma forte tradição budista em 3 Repúblicas da Federação Russa: Buriácia, Tuva e Calmúquia.

Budismo na Rússia
Burkhan Bakshin Altan Sume | Foto de: Wikimedia, user JialiangGao – CC BY-SA 3.0

Buriácia e Tuva geograficamente situam-se na Ásia, no sul da Sibéria. Calmúquia situa-se na Europa, sendo a única região na Europa onde o Budismo é a religião mais praticada.

A primeira evidencia do Budismo no território russo remonta ao Século 8, mas foi só a partir do Século 17 que o Budismo se começou firmemente a estabelecer.

A principal escola budista na Rússia é a Gelukpa do Budismo Tibetano. A tradição tibetana espalhou-se para a Mongólia e da Mongólia para a Rússia.

Como todas as outras religiões, o budismo sofreu muito quando os Leia o resto deste artigo »

O inferno somos nós, do ódio à cultura de paz | Monja Coen e Leandro Karnal

Publicado em

Monja Coen é uma das mais conhecidas divulgadoras do budismo no Brasil. Leandro Karnal é historiador e está entre os pensadores mais conhecidos do Brasil. Coen e Karnal juntaram-se para escreverem o livro O inferno somos nós: do ódio à cultura de paz.

Como transformar uma cultura de violência numa cultura de paz? Essa indagação é a mote do livro, e é assim que começa a apresentação da obra na palestra do vídeo partilhado.

A Monja Coen diz-nos que não é que nós não vamos sentir raiva, é natural do ser humano ficar enraivecido por coisas que nos parecem impróprias. Mas o que nós fazemos com isso? Como é que nós dialogamos? Como é que nós somos capazes de criar condições de transformação sem ser pelo grito?

Coen enfatiza a importância de Leia o resto deste artigo »

Qual o futuro de Bodhgaya?

Publicado em Atualizado em

Através deste artigo fique a conhecer o estado atual de Bodhgaya e o que poderá ser o seu futuro. Inclui uma entrevista exclusiva ao arquiteto Sidharth Kumar, o idealizador de um mega projeto que visa transformar Bodhgaya num destino de peregrinação budista de classe mundial. 

Bodhgaya Smart City
Bodhgaya Green City Project / Sidharth Associate

Situada no norte da Índia, Bodhgaya é o local mais importante para os budista. Foi em Bodhgaya que Siddhartha Gautama atingiu a iluminação e se tornou num Buda. Bodhgaya faz parte de um circuito de peregrinação budista que engloba outros importantes locais.

O Templo Mahabodhi assinala o local onde o Buda se sentou em meditação e atingiu a iluminação, é Património Mundial da UNESCO. A cidade é um centro multicultural, possui templos construídos pelas instituições budistas de vários países e recebe visitantes de todos os cantos do mundo.

Mas Infelizmente Bodhgaya tem sido negligenciada durante anos. Apesar da sua história e dos templos que dignificam Bodhgaya, os problemas da cidade Leia o resto deste artigo »

O que fazer para melhorar o mundo?

Publicado em Atualizado em

. . . melhore a si mesmo!

O mundo é uma expressão de nós mesmos, quanto melhor forem os seres humanos, melhor será o mundo. Não conseguimos melhorar a totalidade do mundo, mas cada um pode melhorar a si mesmo.

Num artigo da UOLAjahn Mudito fala-nos do que podemos fazer para melhorar o mundo. Ajahn Mudito acha que não faltam pessoas querendo fazer o bem, mas sim pessoas capacitadas para o fazer. Por exemplo, todos querem proteger o meio ambiente, mas ninguém quer abrir mão do conforto ou prazer dos bens materiais. Todos querem paz, mas ninguém quer abrir mão do prazer e da vaidade em estar certo e ter razão. Todos querem que as pessoas sejam melhores, mas ninguém quer comportar-se corretamente.

Dentro da visão do budismo, ter boa intenção não é suficiente, é preciso desenvolver a capacidade de trazer essa boa intenção à vida. Uma boa pessoa não é aquela que tem boa intenção, mas aquela que além disso, possui todas as as qualidades que tornam essa boa intenção uma realidade. Leia o resto deste artigo »

[Filme] Da Tang Xuan Zang

Vídeo Publicado em Atualizado em

Sinopse: Durante a era da Dinastia Tang de “Zhen Guan” (nome da era durante o governo do imperador Taizong), o jovem monge Xuan Zang, na sua busca por conhecimento budista, embarcou numa viagem à Índia, cheia de riscos e perigos. Ele encontra desastres naturais e vê os sofrimentos das pessoas comuns. Soldados atravessam o seu caminho, o seu discípulo trai-o, ele enfrenta os desertos, fica sem comida e água, tudo na busca pelos ensinamentos de Buda. Ele finalmente chega à Índia e estuda o budismo seriamente. Quando retorna para a China já tem 50 anos.

Este premiado filme é uma biografia de Xuan Zang, que teve um papel importante no Leia o resto deste artigo »

Candidato a melhor professor de Portugal usa meditação e yoga para atenuar conflitos

Publicado em Atualizado em

Meditação na escolaSabino Soares é professor de Educação Física numa escola localizada num bairro problemático de Olhão. Para atenuar conflitos insere a meditação e o yoga nas aulas. Os resultados estão a ser surpreendentes!

O professor Sabino Soares é candidato ao Global Teacher Prize, um concurso mundial que oferece um milhão de dólares ao docente que dê um contributo extraordinário à profissão e à comunidade. O concurso está aberto pela primeira vez a professores portugueses.

Segundo a reportagem da SIC, todas as turmas começam pela manhã com o Momento M, de mindfulness ou atenção plena. Por breves minutos simplesmente respira-se com plena atenção.

O Momento ou Pausa M, mais que um exercício de respiração, ensina as crianças a pararem e saberem como agir, a olharem para dentro e a encontrarem ferramentas dentro de si mesmas, a se  conhecerem melhor.

Sabino Soares quando chegou à escola inserida num bairro com problemas sociais, percebeu que Leia o resto deste artigo »

A crise ecológica e os preceitos éticos

Publicado em Atualizado em

O texto que se segue é um resumo da palestra de Sagarapriya a 5 de Dezembro de 2017. Confira no final do post o vídeo do youtube com a palestra integral.

Protecção ambiental e ecologia

Vamos analisar este tema levando em conta o modelo de compreensão da realidade proposto pelo Buda: Todas as ações têm consequências, todos os fenómenos têm a sua causalidade. Há causas que propiciam resultados benéficos e há causas que propiciam resultados não benéficos.

Devemos por isso, saber escolher as causas que nos levam numa direção benéfica e evitar as causas que nos levam numa direção não benéfica. A crise ecológica que nós vivemos atualmente é o resultado das nossas ações. As nossas ações estão a promover a Leia o resto deste artigo »

Começou a primavera, as Sakuras florescem e nos lembram da impermanência

Publicado em Atualizado em

Em 2018 o Equinócio da Primavera ocorre no dia de hoje às 16h15min no Hemisfério Norte1, precisamente a hora em que este post foi publicado. Este instante marca o início da Primavera. No Hemisfério Sul, o Equinócio de Primavera acontece em Setembro.

Sakura1

A chegada da primavera é um evento tradicionalmente celebrado em todo o mundo, pois marca o fim do inverno, normalmente associado ao “mau tempo”, desconforto e época de escassez. Além disso, assinala o momento em que a natureza começa a “renascer” e, celebrasse a maior abundância que tradicionalmente advém dessa época.

No Japão, o inicio da Primavera marca também o inicio da floração da Sakura, a flor de cerejeira japonesa. A Sakura é um símbolo nacional japonês e tem sido um tema popular de poemas japoneses, arte, música e escrita desde a antiguidade.

A Sakura remete para Leia o resto deste artigo »