Artes Marciais

[Filme completo] Da Mo Zu Shi – Mastre do Zen | Bodhidharma

Vídeo Publicado em Atualizado em

(Legendas em português podem ser activadas no botão apropriado)

Da Mo Zu Shi ou Bodhidharma, foi um monge budista que levou o Zen da Índia para a China e segundo a lenda também fundou o Kung Fu Shaolin. O filme é uma biografia do lendário monge.

“Brandy Yuen’s Master of Zen é uma jóia rara no reino dos filmes de artes marciais. Contém partes semelhantes ao estilo de artes marciais wuxia, drama e filosofia religiosa. Yuen consegue criar uma homenagem cheia de acção para Bodhidharma (conhecido como Tamo na China), o pai simbólico de Shaolin wushu, mantendo-se fiel à influência da figura no desenvolvimento do budismo Chan (Zen) na China.”

– Mark Pollard
in website Kung Fu Cinema

Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Shito-ryu, o legado do Grande Mestre de Karate Kenwa Mabuni

Publicado em Atualizado em

Antes de ser apresentado o Kenwa Mabuni e o estilo de Karate por ele fundado, comecemos por conhecer o seu principal lema:

Kunshi no Ken - Nobre Dísciplina

Kunshi no Ken
A Nobre Disciplina

O lema do Mestre Kenwa Mabuni, ” Kunshi no Ken “, significa se concentrar em cultivar-se a si mesmo para tornar-se equilibrado, respeitoso. A pessoa que é capaz de fazer isso, assim como de exercer boas maneiras em todas as situações, com auto-disciplina e respeito, que é capaz de assumir a responsabilidade por suas acções e de manter a integridade assim como ser um exemplo para os outros, é considerado um praticante de Shito-ryu. Este lema pode ser seguido por Leia o resto deste artigo »

Os 20 princípios fundamentais do Karate, o legado espiritual do Mestre Funakoshi

Publicado em Atualizado em

Trechos do livro “Os 20 princípios fundamentais do Karate, o legado espiritual do mestre Funakoshi”. Editora Cultrix.

(…) Ginchin Funakoshi, disse certa vez que o objetivo maior do karatë não é nem a vitória nem a defesa, mas o aperfeiçoamento do caráter dos seus participantes. (…)

O método do mestre Funakoshi enfatiza as razões espirituais e a agilidade mental acima da força bruta e da técnica. Os praticantes não devem confiar na técnica apenas – socos, chutes e bloqueios -, mas, sim, fomentar também os aspectos espirituais da prática. Conheça a si mesmo e o resto se seguirá naturalmente foi a mensagem que ele deixou para a posteridade há mais de sessenta anos. (…)

Os princípios tratam de questões do caráter e da espiritualidade, assim como da necessidade de coragem, honestidade, perseverança e, o que é mais importante, Leia o resto deste artigo »