Património e Arquitectura

O desenvolvimento de Lumbini

Lumbini situa-se no atual Nepal e foi o local onde o Príncipe Siddhartha nasceu e que mais tarde viria a se tornar num Buda. Lumbini é um dos locais mais importantes para os budistas, é classificado como Património Mundial da UNESCO e recebe peregrinos e turistas de todo o mundo. O local está transformado num enorme parque.

Em 1967 quando o 3º Secretário Geral das Nações Unidas, U Thant, visitou o Lumbini, verificou que a área estava subdesenvolvida. O assunto foi discutido com o então Rei do Nepal Mahendra e U Thant aconselhou o governo a desenvolver Lumbini como um local de peregrinação e centro turístico. O renomado arquiteto japonês Kenzo Tange foi encarregue de desenvolver o plano. O Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas contribuiu com quase um milhão de dólares para a preparação do Plano Diretor para o desenvolvimento de Lumbini, incluindo numerosos estudos arqueológicos e de engenharia. Em 1978 o Plano Diretor de Desenvolvimento de Lumbini foi aprovado pelo Governo do Nepal e em 1985 foi criada a Lumbini Development Trust com a finalidade de implementar o projeto.

Plano Diretor de Desenvolvimento de Lumbini

Mapa de Lumbini.

O plano cobre uma área de cerca de 7,7 km2 e está dividido da seguinte forma:

  1. Jardim Sagrado: é o epicentro do plano e compreende o local do nascimento do Buda. Monumentos históricos e objetos de alto valor arqueológico, religioso e espiritual estão localizados nesta zona e incluem o Templo Mayadevi, o Pilar Asoka, o Lago Puskarini e muitas ruínas estruturais, incluindo Viharas e Stupas budistas. A paisagem do Jardim é circundada por uma lagoa e um dique circular, o que remete para uma mandala e simboliza a pureza e a simplicidade.
  2. Zona Monástica: esta é uma zona destinada a templos e mosteiros. Muitos países, assim como organizações budistas, construíram templos e mosteiros, inclusive da Europa e Austrália. Esta zona foi dividida em duas áreas:
    • Zona Monástica Leste destinada a mosteiros e templos Theravada.
    • Zona Monástica Ocidental destinada a mosteiros e templos Mahayana e Vajrayana.
  3. Centro Cultural e Nova Vila de Lumbini: esta área é destinada principalmente a atividades “mundanas”, tais como o centro de informação ao visitante, hotéis, acomodações e utilidades para peregrinos e visitantes, museu, Instituto Internacional de Pesquisa de Lumbini, complexo administrativo, etc. É também nesta área que se encontra o Pagoda da Paz Mundial.

Toda a área é circundada por natureza e até existe um santuário de aves grou. O empreendimento está interligado por um canal central e oferece aos peregrinos tempo e espaço para se prepararem ao se aproximarem do Jardim Sagrado.

Lumbini: vista aérea.

O plano de 1978 até hoje não foi totalmente implementado, mas parece que é esperado que nos próximos anos fique concluído. Uma das obras em que a sua construção foi iniciada à pouco tempo é o Centro Internacional de Conferências e Meditação.

Centro Internacional de Conferências e Meditação

O salão de assembleias terá capacidade para 5.000 lugares. Com a construção do Centro o local será um destino atraente não só para budistas de todo o mundo, mas também para pesquisadores, disse Bhikkhu Awadhesh Tripathi.

Santuário Mahasiddha para a Paz Universal

O Santuário Mahasiddha é um projeto mais recente que atualmente está na fase inicial de construção e em processo de arrecadação de fundos. É esperado que seja concluído ao fim de cerca de 5 anos.

O Santuário Mahasiddha ficará próximo do Jardim Sagrado e honrará os Iluminados que perceberam o caminho para a paz interior e a paz exterior. Servirá como um farol radiante, ajudando a inspirar e guiar indivíduos, comunidades e nações em direção à coexistência harmoniosa e à reconciliação.

A estrutura externa do santuário evoca a imagen de uma flor de lótus, uma lâmpada de manteiga, uma stupa e uma oferenda de mandala. O ornamento de ouro no topo simboliza os níveis de realização. O vasto e imaculado espaço do santuário transmite a pureza atemporal da iluminação do Buda. A estátua de ouro da Rainha Mayadevi com o recém-nascido Príncipe Siddhartha honrará todas as mães e simboliza o amor incondicional pelos filhos. Este amor incondicional é a fonte de toda paz. O lago que cerca o santuário simboliza a grande compaixão por todos os seres sencientes.

O santuário terá 45m de altura e 80m de diâmetro e conterá um salão com capacidade para 1000 pessoas, museu, livraria e um restaurante vegetariano. Ao lado será construído outro edifício com salas de meditação e abrigará o Instituto da Paz para Estudos Budistas. O instituto oferecerá um curriculum que inclui Filosofia Budista, Dialética e História; Cultura do Himalaia; e idiomas. Também incluirá um centro de pesquisa, para que estudiosos possam coletar, revisar e corrigir textos budistas antigos e contemporâneos.

Além dos trabalhos que continuam em Lumbini, também o Aeroporto Gautama Buddha, que se situa a poucos quilómetros, está a ser atualizado e ampliado para atender a voos internacionais. Com o desenvolvimento de Lumbini é esperado que o número de peregrinos e turistas aumente, e consequentemente melhore a economia local, crie mais postos de trabalho e mais prosperidade. Os budistas também terão um local adequado para o estudo e prática budista.

Referências: Lumbini Development Trust, Wiki: 1, 2.

Localização de Lumbini:

Veja também:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: