Mestres Vajrayana

A Realidade da Realidade | Tsering Paldron

Publicado em Atualizado em

“Ao trabalharmos sobre as ideias que temos sobre as coisas, modificamos completamente a nossa experiência do mundo e a nossa realidade.” – Tsering Paldron

Budismo e Realidade

O texto que se segue é a transcrição de 2 vídeos de uma palestra de Tsering Paldron. Confira no final do post os vídeos originais.

O mundo que nós vemos, que cada um de nós experiencia, não é o mundo como ele é. É o nosso mundo; e esse nosso mundo é feito de ideias, de pensamentos, de conceitos, etc.

Já tiveram se calhar aquela experiência, ou já ouviram uma partida que se faz às vezes às pessoas quando alguém não gosta por exemplo de carne de coelho e dão-lhe para comer dizendo que é outra coisa e a pessoa come e delicia-se. Depois dizemos “olha acabaste de comer carne de coelho” e a pessoa automaticamente diz logo “ai que porcaria!”

Imaginem, eu por exemplo dou a provar a alguém uma série de petiscos e peço à pessoa para dizer qual Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Aparência e Realidade | Dalai Lama

Publicado em Atualizado em

“Se as coisas aparecem como algo lindo, então como consideramos isso como algo existindo objetivamente, independentemente, sentimos apego. Quando as coisas aparecem como algo negativo, também objetivamente, ou seja que o negativo está ali, desenvolvemos raiva, ódio e todas essas coisas.” – Dalai Lama

Budismo, Aparência e Realidade

O texto que se segue é a transcrição de uma palestra do Dalai Lama. Confira no final do post o vídeo do Youtube com a palestra original.

Todas as coisas externas, assim como as nossas experiências internas, tudo aparece como se existissem por si mesmas. Nunca nos aparecem como uma simples designação, as coisas aparecem como algo que existe independentemente. Essas são as aparências. Se essas experiências são verdadeiras, a realidade de que existem independentemente, então devemos investigar,  Leia o resto deste artigo »

Conhecendo a sua mente natural | Mingyur Rinpoche

Publicado em Atualizado em

Trecho do livro “Alegria de Viver” de Yongey Mingyur Rinpoche

Budismo e a Mente

Se um tesouro inesgotável fosse enterrado no chão embaixo da casa de um homem pobre, o homem não saberia disso e o tesouro não lhe diria: “Eu estou aqui!”
— Maitreya, The Mahayana Uttaratantra Shastra, traduzido para o inglês por Rosemarie Fuchs

Muitas vezes, o Buda comparava a mente natural à água, que, em sua essência, é sempre pura e transparente. Lama, sedimentos e outras impurezas podem temporariamente obscurecer ou poluir a água, mas podemos Leia o resto deste artigo »

Guia de Meditação

Publicado em Atualizado em

Guia teórico e prático de meditação. Com estes ensinamentos de vários professores qualificados pode começar já a meditar.


Conteúdo:


.: A Meditação Budista :.

Por Ajahn Jayasaro

Introdução

Transcrição:

O Buda disse que nós não experienciamos verdadeira felicidade nas nossas vidas. Nós descobrimos que mesmo que o nosso ambiente material se torne mais confortável ou sintamos algum sucesso nas nossas vidas, isso não funciona realmente, algo parece não estar muito certo, há algum sentimento de falta.

O Buda disse que Leia o resto deste artigo »

As 3 Preciosas Pílulas | Tenzin Wangyal Rinpoche

Publicado em Atualizado em

Transcrição:

Esta é uma prática muito simples, pode ser muito útil para todos, eu a chamo de Três Preciosas Pílulas. A Pílula Branca, a Pílula Vermelha e a Pílula Azul.

A razão pela qual eu as chamo de pílulas, é porque no ocidente se toma muitas pílulas. Há pílulas para tudo.

A Pílula Branca é relativa ao Corpo.
A Pílula Vermelha é relativa à Fala.
A Pílula Azul é relativa à Mente.

Quando tomar estas pílulas?

[Pílula Branca | Corpo – Quietude]

Por exemplo, em muitos momentos da nossa vida, se você prestar bastante atenção em si mesmo, você está sofrendo, sem se dar conta. Por exemplo, como se fosse Leia o resto deste artigo »

O Budismo, a Homossexualidade e as questões LGBT

Publicado em Atualizado em

Neste post, Rev. Mauricio HondakuDzongsar Khyentse Rinpoche esclarecem o ponto de vista budista sobre a homossexualidade. É também disponibilizado uma ligação para vários textos explanativos do Ven. S. Dhammika.

Gays-lesbicas-Homossexualidade-LGBT

Relacionamentos Homoafectivos | Mauricio Hondaku

Publicado originalmente no facebook pelo Rev. Hondaku e autorizada a publicação neste blog.

Recebemos uma msg de um praticante sobre relacionamentos homoafetivos e esclareci com ele sobre a postura budista sobre o assunto…

Praticante: “Sinto informar que não mais participarei dos encontros. O motivo é que eu não gostei nada do que o reverendo disse sobre o Budismo ser a favor do casamento gay. Quero esclarecer que “conduta sexual impropria” é homossexualismo!”

RESPOSTA:

Prezado, aqui é o Monge Hondaku… pela sua mensagem vejo que vc tem uma visão distorcida dos ensinamentos budistas que me coloco aqui a disposição para elucidar. Um dos Preceitos Budistas é Leia o resto deste artigo »

A poesia de Fernando Pessoa e o Budismo Zen

Publicado em Atualizado em

[Vídeo-Palestra] A poesia de Fernando Pessoa e a desconstrução budista da noção de «eu» | Paulo Borges

A tese da afinidade entre a poesia de Alberto Caeiro e o budismo Zen | Paulo Borges
(Excerto de: As coisas são coisas? Alberto Caeiro e o Zen)

Tende a predominar nos estudos pessoanos a tese da afinidade entre a poesia de Alberto Caeiro e o budismo Zen, destacando-se como excepção a justa análise de Richard Zenith (1999), que mostra bem várias diferenças entre Caeiro e o Zen, sendo a principal, a nosso ver, que o poeta português se interessa mais pela natureza do que pelo satori ou iluminação. A tese surgiu antecipadamente avalizada com o prestígio de autoridades internacionais como D. T. Suzuki (apud ALMEIDA, 1986) e Thomas Merton (1966). Onésimo Teotónio Almeida (1986) deu conta de como o segundo, um eminente contemplativo católico muito interessado pela espiritualidade oriental e Zen em particular, deu a conhecer alguns poemas por si traduzidos de O Guardador de Rebanhos a D. T. Suzuki, o grande divulgador do Zen no Ocidente, e este reconheceu “uma grande qualidade zen” na poesia caeiriana. O mesmo Leia o resto deste artigo »

A Mente como o Espaço | Mingyur Rinpoche

Vídeo Publicado em Atualizado em

Transcrição:

A consciência é como o espaço, não pode ser poluída pelas nuvens, você não pode obscurecer o espaço, as nuvens, a terra, o sistema solar, as galáxias você não pode cortar o espaço, você não pode queimar o espaço, o espaço é sempre puro e claro, sempre está lá.

A natureza do espaço é sempre pura e limpa. A consciência é assim. E desta maneira, você automaticamente elimina o sofrimento. Por quê?

Porque normalmente, a nossa mente depende totalmente das coisas materiais externas: Forma, som, cheiro, sabor, sensação; Leia o resto deste artigo »

8 preocupações mundanas | Alan Wallace

Publicado em Atualizado em

Trecho do livro “Buddhism with an Attitude” (2001, pg. 15), de B. Alan Wallace

A tradição budista lida com as preconcepções sobre o sucesso como prioridade com um diagnóstico diferencial de oito partes chamado de “as oito preocupações mundanas”, oito direções para a busca da felicidade baseadas em suposições não investigadas. A fixação nessas preocupações subverte nossos melhores esforços, conduzindo ao sucesso falso ou frustração real.

As oito preocupações mundanas consistem em quatro pares de prioridades:

(1) buscar aquisições materiais e (2) evitar sua perda;
(3) buscar o prazer dirigido pelo estímulo e (4) evitar o desconforto;
(5) buscar o elogio e (6) evitar a crítica; e
(7) manter a boa reputação e (8) evitar a má reputação.

Essas oito preocupações resumem, em geral, nossa motivação pela busca da felicidade, e este é exatamente o problema. As oito preocupações mundanas — que não são erradas em si — são a base de Leia o resto deste artigo »