Budismo Geral Textos

10 Paramitas (perfeições) – Qualidades a desenvolver

Para aqueles que, no mundo moderno, se debatem com a questão de como praticar o Dhamma na vida diária, as perfeições proporcionam um modelo útil para o desenvolvimento de uma atitude proveitosa em relação às atividades rotineiras. De modo que, qualquer relacionamento ou atividade realizada de maneira sábia, cujo propósito principal seja o desenvolvimento das perfeições de um modo equilibrado, passa a fazer parte do caminho do Dhamma.

As perfeições também oferecem um dos poucos métodos confiáveis de medir as realizações na nossa vida. As “realizações” no âmbito dos relacionamentos e do trabalho tendem a se transformar em pó, mas as perfeições de caráter, uma vez desenvolvidas, são confiáveis e duradouras e nos conduzem para além das vicissitudes da vida diária. Por conseguinte, elas merecem receber alta prioridade na maneira como planejamos as nossas vidas. Esses dois fatos estão refletidos nas duas etimologias da palavra perfeição, (parami): elas nos atravessam para a outra margem, (param); e elas são de importância primordial, (parama), na formulação do nosso propósito de vida.”

– Ajaan Thanissaro
(Citado no Acesso ao Insight)

Na Tradição Theravada, os ensinamentos sobre as paramitas podem ser encontrados em livros canónicos posteriores e comentários pós-canónicos. Nesses textos sãos listadas as seguintes 10 paramitas:

  1. Dāna : Generosidade, doação;
  2. Sīla: Virtude, moralidade, conduta apropriada;
  3. Nekkhamma: Renúncia, desapego;
  4. Paññā: Sabedoria transcendente;
  5. Viriya: Energia, diligência, vigor, esforço, coragem;
  6. khanti: Resiliência paciência, tolerância, aceitação, resistência, autodomínio;
  7. Sacca: Veracidade, honestidade;
  8. Addhitthāna: Determinação, resolução;
  9. Mettā: Bondade amorosa;
  10. Upekkhā: Equanimidade, serenidade.

Na Tradição Mahayana e Vajrayana, os sutras Prajnaparamita, o Sutra do Lotus, e um grande número de outros textos lista as seguintes 6 paramitas:

  1. Dāna: Generosidade, doação;
  2. Sīla: Virtude, moralidade, conduta apropriada;
  3. Shanti: Resiliência paciência, tolerância, aceitação, resistência, autodomínio;
  4. Viriya: Energia, diligência, vigor, esforço, coragem;
  5. Dhyana: Meditação, concentração, contemplação, consciência;
  6. Prajna: Sabedoria transcendente.

O Sutra dos Dez Estágios (Dasabhumika), menciona mais 4:

7. Upaya: Meios hábeis;
8. Pranidhana: Voto, resolução, aspiração, determinação;
9. Bala: Poder espiritual;
10. Jnana: Conhecimento/experiência não dual da realidade, Consciência pura que está livre de entraves conceituais.

___

Saiba mais (links externos):

Veja também:

– OlharBudista > Recursos > Budismo Básico –

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: