“Um dia de chuva é tão belo como um dia de sol. Ambos existem; cada um como é.” – Alberto Caeiro in “Poemas Inconjuntos”, heterónimo de Fernando Pessoa

Confira o post: https://olharbudista.com/2017/11/20/a-poesia-de-fernando-pessoa-e-o-budismo-zen/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: