Budismo Geral

Preces de Dedicação de Méritos

Após a realização de uma prática budista, habitualmente em muitas escolas budistas se dedica os méritos dessa prática. Estamos dessa forma a condicionar a nossa mente na direção da sabedoria e compaixão e a plantar sementes de um karma positivo em benefício de todos os seres.

Alguns budistas acreditam que fruto da interdependência só pronunciar uma prece de dedicação de méritos trará benefícios para outros seres; outros budistas acreditam que apenas condicionará positivamente a nossa mente e que isso se irá refletir nas nossas ações e dessa forma consequentemente nós e outros seres sairão beneficiados.

Seguem-se algumas preces de dedicação ou transferência de méritos usadas em algumas comunidades budistas.


Que os méritos de nossa prática se estendam a todos universalmente, para que, junto com todo os seres, realizemos o Caminho de Buda.
(Sangha Águas da Compaixão – Monja Isshin)


Que os méritos de nossa prática se estendam a todos os seres, e que possamos todos nos tornar o Caminho Iluminado.
(Sanghas da Monja Coen)


Ao longo de minhas muitas vidas e até este momento,
todas as virtudes que eu tenha alcançado,
inclusive os méritos gerados por esta prática
e todas as que vier a conseguir,
ofereço para o bem-estar dos seres sencientes.

Possam a doença, a guerra, a fome e o sofrimento
diminuir para todos os seres,
enquanto sua sabedoria e compaixão aumentam
nesta e em vidas futuras.

Possa eu claramente perceber todas as experiências
como sendo tão insubstanciais quanto o tecido do sonho
durante a noite e imediatamente despertar para perceber
a manifestação de sabedoria pura no surgir de cada fenómeno.

Possa eu rapidamente alcançar a iluminação
para trabalhar sem cessar pela liberação de todos os seres.

(de Dudjom Rinpoche, usada nas Sanghas de Lama Padma Samten)


Através do bem que resulta da minha prática,
Que os meus mestres e guias espirituais de grande virtude,
A minha mãe, o meu pai e os meus familiares,
O Sol e a Lua, e todos os líderes virtuosos do mundo,
Que os Deuses mais elevados e as forças do mal,
Seres celestiais, espíritos guardiões da Terra e o Senhor da Morte,
Aqueles que são amigáveis, indiferentes ou hostis,
Que todos os seres recebam as bênçãos da minha vida.
Que brevemente cheguem à Tripla Bênção, e superem a morte.

Através do bem que resulta da minha prática,
E através desta partilha,
Que todos os desejos e apegos rapidamente cessem
Assim como os estados prejudiciais da mente.

Até realizar o Nibbana,
Em qualquer tipo de nascimento, que eu tenha uma mente justa,
Com consciência e sabedoria, austeridade e vigor.
Que as forças ilusórias não controlem,
nem enfraqueçam a minha decisão.

O Buddha é o meu excelente refúgio,
Insuperável é a proteção do Dhamma,
O Buddha solitário é o meu Nobre exemplo,
O Sangha é o meu maior suporte.

Que através desta supremacia
Desapareçam a escuridão e a ilusão.

(Budismo Theravada da Floresta)


Que a generosidade, a compaixão, a alegria e
a equanimidade permeiem todo o Universo.

Que todos os seres sencientes valorizem os méritos,
criem vínculos e beneficiem os Céus e a Terra.

Pratiquemos o Chan e o Terra Pura, sigamos os preceitos,
aceitemos tudo com equidade e tolerância.

Façamos os Grandes Votos com espírito
de arrependimento e gratidão.

(Templo Zu Lai)


Que todos os seres em todos os lugares,
Atormentados por sofrimentos do corpo e da mente,
Obtenham um oceano de felicidade e alegria
Em virtude desses méritos.
Que nenhuma criatura viva sofra,
Cometa o mal ou fique doente.
Que ninguém tenha medo ou seja menosprezado,
Com uma mente oprimida pela depressão.
Que os cegos vejam formas,
E os surdos ouçam sons.
Que aqueles cujos corpos estão esgotados com o trabalho duro
Se recuperem e encontrem repouso.
Que o nu encontre roupa,
Que o faminto encontre comida.
Que aquele que tem sede encontre água
E deliciosas bebidas.
Que o pobre encontre riqueza,
Que os fracos e tristes encontrem alegria.
Que o desamparado encontre esperança,
felicidade constante e prosperidade.
Que possam ocorrer chuvas oportunas
E colheitas abundantes.
Que todos os medicamentos sejam eficazes
E orações saudáveis ​​dêem frutos.
Que todos os que estejam doentes e mal
Rapidamente sejam libertados de seus males.
Seja lá que doenças existam no mundo,
Que elas nunca ocorram novamente.
Que os temerosos deixem de ter medo
E aqueles que se sentem presos sejam libertados.
Que o impotente encontre força
E que todas as pessoas pensem em beneficiar uns aos outros.

(Shantideva (685-763))

Veja também:

1 comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: