Resumo da Doutrina Buddhista | Giovanni Kakugen

Publicado em Atualizado em

Extraido do antigo site Dharmanet > Ecos do Silêncio (o site já não existe).

O texto abaixo foi desenvolvido por um discípulo leigo do mestre Zen Moriylama Roshi com o propósito de ser uma apresentação sistemática dos principais ensinamentos do Buddha, para servir de base para conversas do Dharma e posterior aperfeiçoamento por parte dos praticantes. Esperamos que o presente texto auxilie o leitor na compreensão e no estudo dos ensinamentos buddhistas. Referências Bibliográficas: “A Essência dos Ensinamentos de Buddha” (do Thich Nhât Hanh); “Textos buddhistas e Zen-buddhistas” (do Ricardo Mário Gonçalves).

As Quatro Nobres Verdades Leia o resto deste artigo »

O que é o Budismo? Quem foi o Buda?

Vídeo Publicado em Atualizado em

buda deitado


“Todas as outras religiões dizem ter-se originado no céu e descido para a terra. O Buddhismo se originou de uma mente Iluminada nesta terra e transcendeu os céus.”
– Ven. Dr. K. Sri Dhammananda

“A raiz da palavra buddha significa despertar, tomar conhecimento, compreender. E aquele que desperta e compreende é chamado de Buda.”
– Thich Nhat Hanh


Trechos do livro “Boas perguntas, Boas respostas” de Bhante Shravasti Dhammika.

O que é Budismo?
O nome Budismo vem da palavra budhi, que significa “despertar”, de modo que é possível dizer que o Budismo é a filosofia do “despertar”. Tal filosofia originou-se da experiência de Siddhattha Gotama, conhecido como o Buda , que “despertou” na idade de trinta e cinco anos. O Budismo atualmente Leia o resto deste artigo »

Free Burma – Assine a petição

Publicado em Atualizado em

Os ataques brutais aos monges e manifestantes pacíficos de Mianmar continuam e ao mesmo tempo uma indignação global massiva está despontando. A força da opinião pública global se manifestou em milhares de protestos do lado de fora de embaixadas e consulados da China e Mianmar. A reação foi imediata e sem precendentes, pessoas ao redor do mundo estão usando vermelho (a cor dos trajes dos monges) e em poucos dias mais de 500.000 pessoas assinaram nossa petição on-line!
Estamos fazendo de tudo para que nossa mensagem seja ouvida. Publicaremos a petição em um anuncio de pagina inteira no jornal internacional Financial Times e o South China Morning Post tendo como alvo a China, o maior aliado da junta militar de Mianmar. A petição será entregue para o governo chinês e será divulgada pelo radio para que o povo de Mianmar receba diretamente nossa mensagem de solidariedade. Para termos um verdadeiro impacto, precisamos de uma petição com um número massivo de assinaturas nos ajude a conseguir 1 milhão de nomes ainda essa semana. Se você ainda não assinou, clique no link para colocar seu nome na petição e encaminhe esse e-mail para pelo menos 20 pessoas:

http://www.avaaz.org/po/stand_with_burma/tp.php

Apesar de ser o principal aliado da ditadura de Mianmar a China já se manifestou contra a repressão violenta aos manifestantes e agora eles precisam usar a sua influência para acabar com a violência. As vésperas das Olimpíadas a China quer melhorar sua imagem em relação ao mundo e o nosso anuncio provoca: vocês são um membro responsável e respeitável da comunidade global ou aliados de tiranos e ditadores? O poder do povo nas ruas de Mianmar e ao redor do mundo pode derrubar a tirania. Quanto mais pessoas assinarem a petição mais forte seremos, espalhe a mensagem para seus amigos!

Com esperança e determinação, Ricken, Paul, Ben, Graziela, Pascal, Galit e toda a equipe Avaaz

O que mais te surpreende na Humanidade?

Publicado em Atualizado em

Dalai Lama respondeu:

Os homens… Porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde.
E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam por não viver nem o presente nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer… e morrem como se nunca tivessem vivido.

Esta foi uma famosa frase proferida por Dalai Lama. Neste momento S. S. encontra-se em Portugal, sendo hoje o seu ultimo dia no nosso país.

Foto: Expresso online