Apps Ciência e Tecnologia Opinião e Notas Pessoais Política e Sociedade

Jogos e Prática Budista são Compatíveis?

Bom, para já, há jogos e jogos, este post é sobre jogos mais pesados, onde existe alguma violência, embora quanto aos outros jogos também não quer dizer que sejam sempre necessariamente inócuos, podem ser ou não, depende…

Mas jogar jogos como o GTA será compatível com a prática do Dharma?
O GTA é um jogo em que somos um criminoso, onde a violência está bem presente, e se nas primeiras versões a violência era menos notória devido a uns gráficos mais rústicos, as versões mais modernas apresentam um alto nível de violência.

Quando era mais novo, antes de ter uma conexão maior com o budismo, como a maioria dos jovens também gostava de jogar jogos. GTA, SplinterCelll, Metal Gear Solid, eram alguns dos jogos que gostava de jogar.

Mas nunca fui de jogar em demasia, e há muitos e muitos anos que já não pego num jogo. No meu caso particular, via o jogo apenas como diversão e lazer, sem qualquer mistura com a realidade.

Mas muitos jovens, principalmente os que não estão bem emocionalmente e já vivem em circunstancias com muita violência, seja na família ou na escola, parecem ser bastante influenciados pelos jogos, sendo que em alguns casos imitaram jogos como o GTA, dando origem a varias tragédias.

Esses são casos muito particulares, mas mesmo para uma mente saudável, será que um jogo como o GTA é um “intoxicante” para a mente?

Na tentativa de responder a estás questões, sugiro alguns artigos para leitura (links externos):

Pode ver que nestes links temos duas perspetivas. Karmapa, um monge tibetano conceituado, afirmou que jogava jogos de guerra e que isso era um meio hábil que servia para o ajudar a descomprimir. Por outro lado, Mattieu Ricard, falou dos problemas que os jogos violentos podem trazer para a sociedade, que estudos mostram que a exposição a esses jogos aumentam o pensamento e comportamento agressivo e diminui o comportamento pró-social.

Normalmente jogos com violência não são muito aconselhados, assim como outro tipo de entretenimento que vai nesse sentido. Quando estamos a alimentar a mente com violência, a nos regozijarmos com isso e a condicionar a mente nesse sentido, eventualmente pode ser um problema, mesmo que aparentemente ainda seja pouco notório, poderão deixar marcas mentais. Pode ser quase como fazer Metta Bhavana ao contrário. Metta Bhavana é a meditação, ou cultivo mental da bondade amorosa. Neste caso o que estaríamos a cultivar seriam tendências negativas.

Mas acho que também não existe uma resposta fixa, depende… cada um tem que analisar se isso é um problema ou não para a sua prática budista.

O Karmapa é monge e joga. E penso que para um monge jogar esse tipo de jogos até é algo um pouco mais estranho, pois estão envolvidos com numa prática muito mais intensa, em que normalmente existe uma maior restrição a certos tipos de coisas. Já uma grande maioria dos praticantes leigos nem sequer pensam em atingir o despertar nesta mesma vida. Então, jogar esses jogos ou não jogar, acho que depende muito da prática de cada um e da sua qualidade mental. Para certas mentes pode ser um problema maior, para outras talvez não seja tão problemático. Mas os possíveis efeitos negativos para a prática espiritual não devem ser ignorados.

Neste post estou a falar de jogar jogos, mas sem que exista um vício ou compulsão.


Sobre Karmapa, Matthieu Ricard | Lista de Mestres e Professores

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: