Arte Vajrayana (Tibetano)

A dança no budismo tibetano

O budismo tem mais dança do que qualquer outra religião. As culturas que deram origem ao budismo e à sua disseminação foram culturas dançantes, eram culturas em que a dança era uma parte central da vida cívica, privada e espiritual. No Sri Lanka por exemplo, nenhuma função governamental ocorre sem uma dança tradicional.

Quando ao Budismo Vajrayana (tibetano) e às culturas dos Himalaias que intermediaram a sua disseminação, tais como: Caxemira, Ladakh, Índia, Himachal, Nepal e Butão, pode-se dizer que são culturas dançantes. Todos dançam, sejam jovens ou velhos.

Estudiosos ocidentais, notaram a importância da dança para a cultura tibetana. O linguista e tibetologista tcheco René de Nebevsky-Wojkowitz (1923–59) traduzio o manual de dança ritualística do 5º Dalai Lama, o Chams Yig, e o aventureiro e polímata italiano Giuseppe Tucci (1894–1984) abordou o tema com perspicácia nos seus livros.

A dança da cultura tibetana não é vista como uma forma de socialização e entretenimento, mas sim como uma prática espiritual.

3 aspetos da dança tibetana

Joan Erdman classificou a dança tibetana em 3 aspetos essenciais: Dança real, dança representada e dança efêmera.

Dança real: é o que normalmente chamamos de dança: corpos físicos movendo-se no espaço de acordo com uma ordem e forma específica. Mais à frente será abordado a dança real Cham.

Dança representada: refere-se a imagens dançantes na arte, pintura, escultura, murais e manuscritos com ilustrações budistas. Há muitas imagens de dança retratadas na arte budista.

Dança efêmera: refere-se à dança sem corpo, como em visualizações na prática meditativa.

Na prática, esses aspetos interagem. Por exemplo a dança efêmera pode ser auxiliada pela dança representada e culminar na dança real.

A dança budista tibetana pode ser entendida como algo multidimensional, transformadora e que altera a consciência. Ao compreender esses três aspetos da dança budista – real, representada e efêmera – é mais fácil de entender o seu significado completo e a razão da sua proeminência na arte faz mais sentido.

A Dança Cham

É uma dança com máscaras e fantasias associada às escolas do budismo tibetano e a festivais budistas. A dança é acompanhada por música tocada por monges com instrumentos musicais tradicionais tibetanos.

As Chams são consideradas uma forma de meditação e uma oferenda aos devas. O líder da cham é tipicamente um músico, marcando o tempo com a utilização de algum instrumento de percussão como pratos.

Chams frequentemente retratam incidentes da vida de Padmasambhava, o professor Nyingmapa do século 9, assim como de outros grandes mestres. A dança do chapéu preto é uma dança Vajrakilaya e é a dança mais frequentemente retratada em pinturas.

É comum nesses eventos serem ministrados ensinamentos sobre a compaixão pelos seres sencientes e outros temas do budismo.

A Dança Vajra

A Dança Vajra faz parte dos Ensinamentos Dzogchen transmitidos pelo mestre de renome mundial Chogyal Namkhai Norbu.

Segundo Chogyal Namkhai Norbu, através da dança ativamos e coordenamos pontos específicos da energia do nosso corpo de acordo com o conhecimento antigo dos canais e chakras. Desta forma, a dança dissolve os bloqueios de energia, harmoniza os três aspetos principais do nosso ser – corpo, energia e mente – e desenvolve a presença e a consciência. Os movimentos simples, lentos e fluidos da dança relaxam o corpo, limpam a mente e aliviam as tensões da nossa vida diária.

Namkhai Norbu tem transmitido esta dança principalmente no ocidente para qualquer tipo de pessoa, seja ela budista ou não.

Referências: Buddhistdoor, Wikipédia, Vajradance.

Veja também:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: