Google Arts & Culture permite a exploração de antigos locais budistas em risco

Publicado em Atualizado em

A CyArk, uma organização sem fins lucrativos sediada nos EUA e focada na catalogação e preservação de sítios património mundial em bases de dados 3D, fez uma parceria com o Google Arts & Culture para permitir que o público possa aceder à sua extensa coleção.

O projeto Open Heritage, da Google Arts & Culture, publicou modelos 3D de 26 locais históricos pertencentes a 18 países, incluindo antigos templos budistas de Bagan, em Mianmar, e 3 templos de Ayutthaya, na Tailândia.

Alguns desses locais são monumento de antigas civilizações há muito desaparecidas, enquanto outros são adições mais recentes ao portfólio do património da humanidade e, muitos deles podem ser difíceis de visitar no mundo real.

A CyArk, desde 2003 que documentou mais de 200 locais históricos de todo o mundo com fotografia digital, drones e tecnologia de digitalização a laser 3D.

Modelos 3D e fotografias de 360º dos locais disponibilizados no Google Arts & Culture, podem ser visualizados através do web browser Google Chrome, dispositivos móveis ou com óculos de realidade virtual. A Google teve de converter as imagens originais para que qualquer pessoa as possa ver, tenha ela apenas um smartphone ou um computador de última geração. Os dados no site são open source, por isso, arqueólogos e académicos podem usar o recurso para as suas próprias pesquisas.

A destruição dos Budas de Bamiyan pelos talibãs em 2001, no Afeganistão, inspirou o fundador da CyArk, Ben Kacyra, a criar registos digitais de sítios património mundial, ajudando assim a preservar os locais ou a sua memória, em caso de danos ou de destruição.

Os dados da CyArk já foram bem utilizados, por exemplo, pouco depois da CyArk concluir o mapeamento dos templos de Bagan, em 2016 um devastador terremoto de magnitude 6,8 danificou várias estruturas. Os dados estão agora sendo usados ​​num projeto piloto da UNESCO que está estudando como conservar esses monumentos.

Visite o projeto Open Heritage para dar um passeio virtual por esses locais patrimoniais atemporais. Futuramente novos locais serão adicionados à coleção.

Fontes: Lion’s Roar, Buddhistdoor.

Veja também:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.