Justiça Social

Cheng Yen, a monja que criou uma das maiores organizações humanitárias do mundo

Publicado em Atualizado em

“A beleza das pessoas está nas suas virtudes; é exibida através das suas boas acções, boas palavras e bom coração.” – Cheng Yen

A Mestra do Dharma Cheng Yen não é um nome muito conhecido no ocidente, porém, o impacto que a monja teve e tem no mundo é grande.

Fundadora da maior organização budista humanitária
Créditos: tafe.com

Cheng Yen é a fundadora da Fundação Tzu Chi, a maior organização budista humanitária, e uma das maiores do mundo. A fundação está envolvida em várias obras de caridade, ajuda humanitária em desastres naturais, protecção e preservação ambiental, cultura, educação e medicina. Recentemente, a Tzu Chi chegou mesmo a contribuir com ajuda para as vítimas dos incêndios ocorridos em Portugal no verão de 2017.

Quem é a Cheng Yen?

Cheng Yen nasceu no ano 1937 em Qingshui, uma pequena cidade em Taiwan. Aos 7 anos testemunhou os Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Espiritualidade num mundo capitalista | entrevista a Dokushô Villalba

Publicado em Atualizado em

capitalismo-negocios-dinheiro

Tradução da Entrevista a Dokushô Villalba, feita pelo site Código Nuevo e publicada em 16/08/2017. Ver artigo original.

O zen não é uma resposta espiritual a um mundo materialista, é uma forma de viver que inclui […] a espiritualidade e o materialismo”
Taisen Deshimaru

Dokushô Villalba é o primeiro mestre espanhol de Budismo Zen. Reside no Mosteiro Luz Serena de Requena (Valência), Espanha. Utiliza diariamente um iMac, um iPhone e um iPad. Também um carro, luz eléctrica e água corrente. Alguém se perguntará como um monge budista pode usar os símbolos do consumismo de uma maneira descarada.

Contra a opinião popular, o budismo não renuncia ao mundo: não se afasta dele e nem menospreza o progresso tecnológico e científico. Então, fomos Leia o resto deste artigo »

[Documentário completo] Doing Time, Doing Vipassana / Tempo de Espera, Tempo de Vipassana

Vídeo Publicado em Atualizado em

Tihar é um dos maiores presídios do mundo e até algumas décadas, o mais violento da Índia. Dizia-se que para alguém não voltar a cometer crimes deveria passar pelo inferno que era a prisão. Mas a verdade é que dessa maneira, só se nutria uma escola de mais crimes, onde um prisioneiro por furtar uma carteira saia de lá assassino. Até que um dia uma mulher revolucionou a maneira de pensar e introduziu a meditação Vipassana (ensinada por Goenka) na prisão.

Um documentário Belíssimo e Sensível sobre Leia o resto deste artigo »

Budismo Engajado | Thich Nhat Hanh

Citação Publicado em Atualizado em

maos“Existe uma real necessidade de levarmos o budismo para a sociedade, especialmente quando você se encontra em uma situação de guerra ou injustiça social. Durante a guerra do Vietnã se tornou muito claro que deveríamos praticar o budismo engajado, para que a solidariedade e a compreensão pudessem se tornar parte da vida do povo.

Quando sua vila é bombardeada e destruída e quando seus vizinhos se tornam refugiados, você não pode simplesmente continuar a praticar a meditação sentada na sala de meditação.

Mesmo que o templo não tenha sido bombardeado e a sua sala de meditação esteja intacta, ainda assim você poderá ouvir os gritos das crianças feridas e poderá ver a dor dos adultos que perderam suas casas.
Como é que você pode continuar a se sentar lá de manhã cedo, à tarde e à noite? ”

– Thich Nhat Hanh

Veja também:


Sobre Thich Nhat Hanh | Lista de Mestres e Professores