Geral

[Música] Namo Tassa Bhagavato Arahato Samma Sambuddhassa

Publicado em

Para muitos budistas de todo o mundo, as recitações e cânticos de louvor a Buda representam uma das principais práticas. Essa é uma forma do praticante mostrar respeito e gratidão pelo Buda e pelos seus ensinamentos, também é uma forma de alinhar a mente com o Dharma, de enraizar e incorporar o Dharma e relembrar os princípios ensinados pelo Buda.

Namo Tassa Bhagavato Arahato Samma Sambuddhassa, é recitado para prestar homenagem a Buda e pode ser traduzido como:

  • Homenagem ao Abençoado, ao Nobre, ao Perfeitamente Iluminado;
  • Honra ao Abençoado, o Exaltado, o Perfeitamente Iluminado;
  • Homenagem ao Bem-aventurado, ao Digno, ao Todo Iluminado;
  • Louvado seja o Abençoado, o Inestimável, o Desperto.

É comum, principalmente na tradição Theravada, a recitação no inicio de alguma palestra ou cerimónia, como a tomada de refúgio e preceitos, sendo que muitos budistas recitam mesmo diariamente.

Vários artistas criaram composições musicais com este mantra de homenagem a Buda, confira alguns exemplos.

Cantando o  “Namo Tassa Bhagavato Arahato Samma Sambuddhassa”

por Sacred Circles

Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Três Joias: Caminhos do Despertar [Documentário]

Vídeo Publicado em Atualizado em

Estreia este mês no Brasil a trilogia documental Três Joias: Caminhos do Despertar. A obra lança um olhar inédito sobre o desenvolvimento do budismo no Brasil. Através das Três Joias aprendemos mais sobre a história do budismo no Brasil e as formas pelas quais as pessoas têm incorporado os ensinamentos do Buda na vida cotidiana. Mestres e professores relevantes de várias escolas budistas foram entrevistados.

Trailers e Sinopses:

1º episódio, BUDA: Um encontro com mestres brasileiros – Conheça a visão de importantes monges e lamas brasileiros do nosso tempo através de suas histórias de vida e do encontro que tiveram com os ensinamentos do Buda. Aprenda com eles a história sobre o desenvolvimento do budismo no Brasil e as particularidades culturais de sua prática.

●    ●    ●

2º episódio, DARMA: O caminho dos ensinamentos – Os ensinamentos de Buda chegaram ao Brasil através de diversos caminhos: a imigração, encontros com Leia o resto deste artigo »

Sinais que estamos perante uma legítima e boa escola budista ou uma má escola budista

Publicado em Atualizado em

Existem milhares de ramos e escolas budistas. No meio de tanta variedade, há sempre escolas espúrias. Para que receba ensinamentos de qualidade e para evitar envolver-se com escolas de índole duvidosa, esteja atento(a) aos sinais que se seguem.

Sinais que estamos perante uma boa e legítima escola:

Sinais que estamos perante uma má escola: Leia o resto deste artigo »

Guia de Meditação

Publicado em Atualizado em

Guia teórico e prático de meditação. Com estes ensinamentos de vários professores qualificados pode começar já a meditar.


Conteúdo:


.: A Meditação Budista :.

Por Ajahn Jayasaro

Introdução

Transcrição:

O Buda disse que nós não experienciamos verdadeira felicidade nas nossas vidas. Nós descobrimos que mesmo que o nosso ambiente material se torne mais confortável ou sintamos algum sucesso nas nossas vidas, isso não funciona realmente, algo parece não estar muito certo, há algum sentimento de falta.

O Buda disse que Leia o resto deste artigo »

Os 3 Venenos Mentais | Mauricio Hondaku

Publicado em Atualizado em

“Geralmente quando as ações estão guiadas por esses venenos resultam em sofrimento. Analisem a vida de vocês. Quando a gente age com ignorância se não gera sofrimento, quando a gente age com ganância se não gera sofrimento e quando a gente age com raiva se não gera sofrimento.” – Mauricio Hondaku

face-corpo-mente

O texto que se segue é a transcrição de um vídeo do Mauricio Hondaku. Confira no final do post o vídeo original.

“(…) Os 3 Venenos Mentais segundo o Buda são as bases do nosso pensamento ilusório, das nossas ações ilusórias. (…) Os Venenos Mentais têm haver diretamente com a 2ª Nobre Verdade que diz que são os tipos de veneno que nos levam ao apego, que nos levam a vivermos nesse mundo apegado, nesse mundo ilusório que nós vivemos.

Então o Buda dizia que os 3 Venenos Mentais, que terminam guiando tudo o que a gente faz na vida são: Leia o resto deste artigo »

A libertação do ciclo insatisfatório de renascimentos

Publicado em Atualizado em

Pergunta: Por que o budismo parece enxergar a vida (ou os renascimentos) como algo a ser extinto definitivamente? Sabe-se a origem desse pensamento, que a princípio soa pessimista e depreciativo em relação à vida, seja aqui ou em outros mundos? O budismo parece não valorizar a existência e a própria vida quando sugere que seu objetivo último é o Nirvana e com isso a cessação de tudo e o não retorno (fim dos renascimentos). Curiosamente essa perspectiva não me parece muito compatível com a visão do zen budismo que tenho observado até então, onde eu percebo uma valorização da existência, uma postura de afirmação de sermos a própria vida do universo e da maravilha que pode ser estarmos aqui. Sou bastante iniciante nesse campo e cheio de dúvidas, no entanto. Obrigado! (Luis Branco)

morte-alem

Resposta de Henrique Pires:

Esse tipo de dúvida emerge quando primeira e terceira nobres verdades ainda não foram entendidas em profundidade.

1) Sobre a Primeira Nobre Verdade
Buddha descrevia a Leia o resto deste artigo »

Budismo, a ideia de Deus e o mundo espiritual

Publicado em Atualizado em

Qual a visão do budismo sobre Deus? Para ser possível responder a essa questão, há que definir primeiro o que se entende por Deus. Se definirmos Deus como algum tipo de realidade última, existem conceitos no budismo que eventualmente poderão estar dentro dessa definição, tais como: Dhammakaya, Dharmadhatu, Tathagatagarbha, Buddhadhatu, Sunyata, Nibbana. Se definirmos Deus como um demiurgo, omnisciente e omnipotente, não criado e imortal, criador e controlador de tudo o que existe, como o Deus bíblico, nesse caso será incompatível com o budismo. No entanto, a eventual existência de seres imateriais ou de matéria subtil, como deidades e espíritos, não é de todo incompatível com o budismo. Na cosmologia budista existem vários reinos ou planos de existência, costuma-se falar em 6 Reinos que podem ser subdivididos em 32. Veremos de forma mais aprofundada o que alguns professores têm a dizer sobre este tema.

Sumário: O Deus criador – O Deus como o absoluto – Deidades e Espíritos – Reinos imateriais e Metáforas – Conclusão.

.: O Deus criador :.

A Idéia de Deus e a Criação | K. Sri Dhammananda

Trecho do livro Boas Perguntas, Boas Respostas, de Bhante Shravasti Dhammika

Pergunta: Vocês Budistas acreditam em um Deus? Leia o resto deste artigo »

[Fotos] A beleza arquitectónica de Stupas e Pagodes

Imagem Publicado em Atualizado em

Dhammayazika Pagoda

Originárias da Índia, Stupas são monumentos que podem conter relíquias de Buda, dos seus discípulos, de mestres posteriores ou de objectos considerados sagrados ou importantes. Servem também para comemorar acontecimentos ligados ao budismo ou simbolizarem aspectos da doutrina budista.
Os Pagodes são uma evolução das Stupas. Para conhecer melhor a história e significado das Stupas e Pagodes, consulte os links no final deste artigo.

Confira aqui algumas das mais belas e importantes Stupas/Pagodes dos países asiáticos. Leia o resto deste artigo »