Candidato a melhor professor de Portugal usa meditação e yoga para atenuar conflitos

Publicado em Atualizado em

Meditação na escolaSabino Soares é professor de Educação Física numa escola localizada num bairro problemático de Olhão. Para atenuar conflitos insere a meditação e o yoga nas aulas. Os resultados estão a ser surpreendentes!

O professor Sabino Soares é candidato ao Global Teacher Prize, um concurso mundial que oferece um milhão de dólares ao docente que dê um contributo extraordinário à profissão e à comunidade. O concurso está aberto pela primeira vez a professores portugueses.

Segundo a reportagem da SIC, todas as turmas começam pela manhã com o Momento M, de mindfulness ou atenção plena. Por breves minutos simplesmente respira-se com plena atenção.

O Momento ou Pausa M, mais que um exercício de respiração, ensina as crianças a pararem e saberem como agir, a olharem para dentro e a encontrarem ferramentas dentro de si mesmas, a se  conhecerem melhor.

Sabino Soares quando chegou à escola inserida num bairro com problemas sociais, percebeu que lhe faltavam recursos para lidar com a frustração e indisciplina, decidiu por isso pesquisar, fazer formação e seguir uma abordagem diferente: educar com o coração.

Sabino conta à SIC que era considerado um pouco como um “freak”, mas que passado um ano e meio os seus colegas passaram a ver bastante diferença nos miúdos e ficaram curiosos. Ele deu-lhes alguma formação e hoje em dia são várias as turmas que aderiram à Pausa M.

Os exercícios e as abordagem trouxeram mais calma, empatia e novos comportamentos. “Eu e o Lucas éramos rivais mas agora já somos amigos”, conta uma aluna à jornalista da SIC. “Se em cada 10 vezes que eles estão perante uma situação que não é muito agradável para eles, eles lembrarem-se de respirar e escolherem uma resposta diferente à situação, se isto acontecer 2 ou 3 vezes já é para nós bastante bom”, refere o professor Sabino.

O programa chegou a abranger todas as turmas mas agora está limitado ao 4º ano por imposição do Ministério da Educação, uma pena, considera Sabino Soares, pois os resultados dos exames nacionais apontavam para progressos. Pela primeira vez, os alunos conseguiram diminuir o fosso em relação a outra escola associada a alunos de famílias mais favorecidas.

Veja também:

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.